Projeto PotatoSys - 2017

Um projeto como uma história em quadrinhos
Em um tempo distante, nas profundezas do DCC da Universidade Federal de Lavras, surgiu-se a SETI - Semana de Tecnologia de Informação. Ao passar das edições, a SETI trazia diversos palestrantes de locais e experiências diversas. Porém, ela trouxe consigo um vilão para a organização.
Logo da SETI, Semana de Tecnologia da Informação realizada na Universidade Federal de Lavras. Clique para ir na tela de cronograma.
Este vilão trazia dificuldades para organização quanto a gerência de inscrições, palestras e geração de certificados. A organização tinha que se esforçar ao máximo para contornar esse problema pois não tinham algo que facilitava os processos.
Buscando derrotar esse vilão de uma vez por todas um trio de estudantes de Ciência da Computação da universidade decidiram juntar seus poderes para formular algo que seria conhecido por PotatoSys.

O Trio

Foto de Ivan Carvalho
Ivan Carvalho

Dotado de habilidades do mundo mobile. Ivan elaborou o PotatoApp, o app que a organização utilizará para contabilizar presenças. Criou o aplicativo nativo para Android utilizando JAVA e colocou alguns easter eggs na aplicação.

Foto de Marcos Lucas
Marcos Lucas

Dotado de habilidades do front-end e design. Marcos elaborou as telas do PotatoWEB e PotatoApp pensando em facilidade de uso e melhor experiência de usuário. Contribuiu no desenvolvimento do PotatoWEB elaborando muitas telas com HTML e CSS e fazendo tratando algumas requisições com Angular.

Foto de Marco Túlio
Marco Túlio

Dotado de habilidades do front-end e back-end. Túlio elaborou a PotatoAPI, API que tanto mobile quanto web consomem. Ele elaborou toda api utilizando Laravel, um framework PHP. Também colaborou com o front tratando muitas requisições com Angular e elaborando algumas telas com HTML e CSS.

Os jovens passaram diversas noites a base de lanches, café e coca-cola batalhando para formular o PotatoSys. Houveram momentos de descontração, concentração e estudo para criar algo que seria de fácil uso e melhor para combater o vilão.
Foto do trio trabalhando em um quarto. Marco Túlio e Ivan estão concentrado olhando seus computadores, Marcos está concentrado olhando algumas folhas.
Durante o tempo que o trio estava desenvolvendo, o vilão enviou seus lacaios, denominados bugs, com a missão de evitar que terminassem. Nossos jovens trajaram diversas lutas com os bugs porém, com força de vontade, conseguiram derrotar os bugs com suas habilidades.
Balões representando sons de golpes. Pow, bang e zap
Em 2017 o sistema foi um sucesso, e agora em 2018 está sendo usado novamente!